Friday, 4 March 2016

Gracias a tí...

Gracias a ti aprendi otro idioma, gracias a ti aprendi todo lo que sé hoy de computadoras, gracias a ti conoci gente que hoy llamo de amigos, gracias a ti conoci otro país, cultura al que ahora amo (tanto como a mi proprio país). Gracias a tí hoy estoy trabajando en lo que amo. No te has dado cuenta de lo tanto que me has dado, ni de lo tanto que influenciaste mi vida. Gracias a tí... 

Y perdón por no ser la persona que querias que fuera, la que no comete errores. Perdón por todo lo malo que te dije o hice. 

Es gracioso que yo a tí solo te puedo dar gracias y al mismo tiempo pedirte perdón.

Gracias por enseñarme una gran lección que llevaré siempre conmigo: cuidado con lo que dices y haces porque eso siempre trae consecuencias. 

Gracias... 

Thursday, 23 October 2014

O que Distingue um Amigo Verdadeiro

O que Distingue um Amigo Verdadeiro

Não se pode ter muitos amigos. Mesmo que se queira, mesmo que se conheçam pessoas de quem apetece ser amiga, não se pode ter muitos amigos. Ou melhor: nunca se pode ser bom amigo de muitas pessoas. Ou melhor: amigo. A preocupação da alma e a ocupação do espaço, o tempo que se pode passar e a atenção que se pode dar — todas estas coisas são finitas e têm de ser partilhadas. Não chegam para mais de um, dois, três, quatro, cinco amigos. É preciso saber partilhar o que temos com eles e não se pode dividir uma coisa já de si pequena (nós) por muitas pessoas.

Os amigos, como acontece com os amantes, também têm de ser escolhidos. Pode custar-nos não ter tempo nem vida para se ser amigo de alguém de quem se gosta, mas esse é um dos custos da amizade. O que é bom sai caro. A tendência automática é para ter um máximo de amigos ou mesmo ser amigo de toda a gente. Trata-se de uma espécie de promiscuidade, para não dizer a pior. Não se pode ser amigo de todas as pessoas de que se gosta. Às vezes, para se ser amigo de alguém, chega a ser preciso ser-se inimigo de quem se gosta.

Em Portugal, a amizade leva-se a sério e pratica-se bem. É uma coisa à qual se dedica tempo, nervosismo, exaltação. A amizade é vista, e é verdade, como o único sentimento indispensável. No entanto, existe uma mentalidade Speedy González, toda «Hey gringo, my friend», que vê em cada ser humano um «amigo». Todos conhecemos o género — é o «gajo porreiro», que se «dá bem com toda a gente». E o «amigalhaço». E tem, naturalmente, dezenas de amigos e de amigas, centenas de amiguinhos, camaradas, compinchas, cúmplices, correligionários, colegas e outras coisas começadas por c. 

Os amigalhaços são mais detestáveis que os piores inimigos. Os nossos inimigos, ao menos, não nos traem. Odeiam-nos lealmente. Mas um amigalhaço, que é amigo de muitos pares de inimigos e passa o tempo a tentar conciliar posições e personalidades irreconciliáveis, é sempre um traidor. Para mais, pífio e arrependido. Para se ser um bom amigo, têm de herdar-se, de coração inteiro, os amigos e os inimigos da outra pessoa. E fácil estar sempre do lado de quem se julga ter razão. O que distingue um amigo verdadeiro é ser capaz de estar ao nosso lado quando nós não temos razão. O amigalhaço, em contrapartida, é o modelo mais mole e vira-casacas da moderação. Diz: «Eu sou muito amigo dele, mas tenho de reconhecer que ele é um sacana.» Como se pode ser amigo de um sacana? Os amigos são, por definição, as melhores pessoas do mundo, as mais interessantes e as mais geniais. Os amigos não podem ser maus. A lealdade é a qualidade mais importante de uma amizade. E claro que é difícil ser inteiramente leal, mas tem de se ser.

Miguel Esteves Cardoso, in 'Os Meus Problemas'

Saturday, 23 August 2014

I choose my friends ...

http://speakforchange.org/wp-content/uploads/2011/05/friends-hands-2.jpg
  
I choose my friends not by their skin or other archetype, but by the pupil.
They have to have questioning shine and unsettled tone.
I'm not interested in the good spirits or the ones with bad habits.
I'll stick with the ones that are made of me being crazy and blessed.
From them, I don't want an answer, I want to be reviewed.
I want them to bring me doubts and fears and to tolerate the worst of me.
But that only being crazy.
I want saints, so they dount doubt differences and ask for forgiveness for injustices.
I choose my friends for their clean face and their soul exposed.
I don't just want a man or a skirt, I also want his greatest happiness.
A friend that doesn't laugh together doesn't know how to cry together.
All my friends are like that, half foolish, half serious.
I don't want foreseen laughter or cries full of pity.
I want serious friends, those that make reality their fountain of knowledge, but that fight to keep fantasy alive.
I don't want adult or boring friends.
I want half kids and half elderly.
Kids, so they don't forget the value of the wind blowing on their faces and elderly people so they're never in a hurry.
I have friends to know who I am.
Then seeing them as clowns and serious, crazy and saints, young and old, I will never forget that 'normalcy' is a sterile and imbecile illusion.
 Oscar Wilde

Saturday, 16 August 2014

Cerrando ciclos


No siempre es facil decir "se acabó". Implica voluntad, coraje, fuerza, lágrimas, decepciones, tristeza. Pero es necesario. Cerrar ciclos es parte de la vida, y, en el futuro, daras gracias por eso. Estoy en el proceso de cerrar un ciclo más de mi vida y, aunque hoy me duele hacerlo, sé que es lo mejor para mí.  Me acuerdo que hace años a trás cerré uno y me dolio mucho, sufri, lloré pero hoy, mirando hacia a trás veo lo bien que me hizo. Por eso espero que en un futuro cercano yo pueda decir exactamente lo mismo en relación a este que todavia duele. Life goes on...

Imagen de http://alchemicalwoman.com/blog/?p=13923

Thursday, 15 May 2014

Se tanto me dói que as coisas passem...

 
 
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo
Em que as coisas de Amor se eternizassem

                     Sophia de Mello Breyner Andresen
 
 (Retirado de http://teresalamasserra.blogspot.pt) 

Friday, 18 April 2014

Enquanto a gente sonhar a estrada permanecerá viva

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=665754023471651&set=a.298941346819589.66688.298257536887970&type=1&theater


"Enquanto a gente sonhar a estrada permanecerá viva. É para isso que servem os caminhos, para nos fazerem parentes do futuro." Mia Couto

Videos

Loading...